Menu

NEONU=NéO-ONU na fantasia de um artista

Criatividade e inteligência colectiva para um futuro melhor da ONU e do mundo

António Guterres e ONU ou NÉO-ONU para um melhor futuro global

Ao procurar online “António Guterres” encontrei em primeiro lugar o pior artigo em forma de “Carta Aberta a António Guterres” com o contrário do que me parece oportuno sugerir a um Secretário Geral da ONU: tomar partido do povo mais terrorista contra o povo que tem sido a principal vítima do terrorismo. Mas a minha opinião pode ser influenciada pela cultura onde vivi e vivo. Para alguns as guerras são piores do terrorismo.

Em minha opinião o Secretário Geral da ONU deve dar prioridade a criar condições de evitar terrorismo, guerras, criminalidade, mortos de poluição e fome, evitando tomar partido de uma nação contra outra. Sobretudo não tomar partido da nação mais terrorista contra a principal vítima do terrorismo.

Quem concorda ou não pode deixar aqui um comentário e contribuir à criatividade e inteligência coletiva para um futuro melhor.

Mais:

NÉO-ONU para um melhor futuro global de Internet e novas tecnologias

Tempo é vida, valor dos valores, e tudo o que economiza tempo pode ter um valor social enorme: abreviaturas, metodologia, biologia, psicologia e filosofia da comunicação;

ONU-W-GOV onu-w-gov.blogspot.com/ Em cache

Publicidade, tempo, custo social, ética, justiça, Google, motores de busca, pay per clik, spam, ONU, Neo-ONU, e justiça sem fronteiras, (JSF). Quase toda a publicidade tem um custo social: o tempo que faz perder a quem não está interessado. Quase toda a publicidade tem benefícios sociais: informar o cliente dos bens e ...

ONU-W-GOV: 2008 onu-w-gov.blogspot.com/2008/ Em cache

As leis nacionais devem dar lugar a regulamentação global da ONU ou Neo-ONU com a colaboração de editores tradicionais, elites das novas tecnologias e representantes dos consumidores que ... Com abreviaturas, sinais e símbolos pode economizar-se tempo e facilitar a procura com os motores de busca na Internet.

ONU ou Neo-ONU, António Guterres e futuro “GLOCAL=GLOBAL+ ...

https://onu-w-gov.blogspot.de/2017/09/onu-ou-neo-onu-antonio-guterres-e.html

Com correcção, organização e a seleção do melhor que escrevi sobre ONU ou Neo-ONU, António Guterres e futuro “GLOCAL”, posso publicar um eBook. Mas a quem ..... Publicidade, tempo, custo social, ética, justiça, Google, motores de busca, pay per clik, spam, ONU, Neo-ONU, e justiça sem fronteiras, (JSF).

pebook=personalizado e-book archive.li/VjviQ Mas eu creio que tenho iniciativas ainda melhores: um governo e justiça global de Internet e novas tecnologias com a promoção de ganho e prémios para os .... ONU ou uma Neo-ONU deve criar meios de MOL=MORTE-ON-LINE destes criminosos ladrões do tempo, dinheiro e paciência dos navegadores com virus, spam, ...

ONU-W-GOV: TIL https://archive.li/6W70l 28/05/2013 - São legais? Se são legais não será um crime-legal pelo tempo que rouba e danos sociais? Um governo global para as novas tecnologias da ONU ou NEO-ONU a punir a mentira online com multas ou descrédito podia receber dinheiro para salvar milhões de crianças de morrerem de fome e contribuir ...

Mais….

NÉO-ONU para um melhor futuro global de Internet e novas tecnologias

Com a aparição de Internet e desenvolvimento das novas tecnologias é importante um governo global de tudo o que não tem fronteiras e pode produzir grandes benefícios ou catástrofes com consequências astronómicas para o bem ou mal de todo o mundo.

Uma NÉO-ONU pode ser o melhor meio de contribuir para um melhor futuro global de Internet e novas tecnologias:

Por NÉO quero dizer NOVO, ÉTICO E ONLINE.

Por NOVO quero dizer que deve estar em contínua evolução.

Por ÉTICO quero dizer que deve contribuir a educar todo o mundo para comportamentos de ética, deontologia e moralidade com prioridade a uma justiça global e melhor sobrevivência do género humano.

Tudo o que se encontra OnLine pode ter consequências muito boas para todos ou quase, muito más para todos ou quase e duvidosas, boas para uns e más para outros. Embora nem sempre seja possível calcular os justos benefícios e os injustos danos sociais globais, por vezes são evidentes os patrimónios úteis para a humanidade e os crimes sociais globais.

Imagino que uma NÉO-ONU com mais poderes de premiar os melhores e converter ou punir os piores OnLine contribuiria à melhor revolução do futuro.

Muitos dos autores OnLine podem colaborar com ideias e sugestões para um futuro melhor, premiar os melhores com a divulgação e citação do melhor dos melhores, em sua opinião, e criticar os piores comportamentos, talvez de preferência sem citar os autores e sem links ao pior. Assim podemos contribuir ao "BOL=Brand-On-Line" dos melhores e "MOL=Morte-On-Line" dos piores.

O melhor dos melhores devia ser premiado pela ONU, ao menos com um premio de prestigio dos melhores e punições dos piores.

Proponho a instituição de "POH=Patrimónios OnLine da Humanidade", com links aos melhores em estruturas de publicação que não possam ser canceladas.

Seria um meio de premiar os melhores e garantir a validade dos links para quem desejasse divulgar o melhor dos melhores para um futuro mundo melhor. 

 

NÉO-ONU para um futuro global, standard universal, justiça, informação, cultura, valores, ética, moral e deontologia online

O futuro caracteriza-se por:

1. O tempo torna-se sempre mais importante sobretudo para as pessoas mais importantes, as que mais precisam de informação especializada e se podem permitir de a pagar.

2. A informação e conhecimentos tornam-se globais, com processos quase gratuitos de divulgação e acesso, aumentando a quantidade e a dificuldade de selecionar a qualidade no meio dos charlatães das mentiras, spam, corrupção ou prostituição moral mental da pior publicidade e marketing .

3. Se os melhores escritores, jornalistas, informadores, investigadores e inventores de ideias forem mais premiados e reconhecidos pela ONU quando contribuem para um futuro global melhor serão estimulados a estar mais ao serviço global do que interesses privados particulares. Se criticados por autoridades competentes da ONU ou voluntários para um mundo melhor quando prejudicam a utilidade social global, tenderão a converter-se. Se sofrem a concorrência dos que servem interesses particulares com prejuízos globais podem ser estimulados à PMM=Prostituição-Moral-Mental, produzir publicidade anti-social disfarçada de informação, do proselitismo ideológicos para interesse de poucos e danos de muitos. A mentira publicitária anti-social mascarada de informação, cultura ou verdade científica deve converter-se ou condenada à MOL=Morte-On-Lone. A ONU ou NÉO-ONU com um TIO=Tribunal-Internacional-Online e uma JsF=Justiça sem Fronteiras para premiar os melhores com multas aos piores pode contribuir à melhor revolução do futuro.

4. As leis e proteção dos direitos de autor do passado tiveram a sua importância mas tornam-se desatualizados com as novas tecnologias. Uma NÉO-ONU pode criar leis e justiça simplificada para premiar os melhores e converter ou punir os piores.

As leis nacionais devem dar lugar a regulamentação global da ONU ou Neo-ONU com a colaboração de políticos, magistrados, empresários, editores tradicionais, elites das novas tecnologias e representantes dos consumidores.  

As novas leis devem dar prioridade à utilidade social, meios de premiar os melhores e multas aos piores, em especial aos ladrões do bem mais precioso: o tempo.

5. O editor do futuro poderá ser uma espécie de agente artístico entre o produtor de ideias, cultura ou informação e o consumidor. Será um intermediário estimulador da produção cultural conciliando os gostos do consumidor com as necessidades sociais do momento e futuro.

6. O editor recebe uma percentagem que será maior na medida em que for um artista de satisfazer consumidores e estimular a melhor produção defendendo os direitos dos autores.

7. O consumidor beneficia em economia de tempo pelas propostas selecionadas e meios adaptados às suas necessidades.

8. A sociedade beneficia de diversas formas:

A) Os privilegiados, mais importantes e que mais pagam a produção dos autores são também os que beneficiam em tempo que podem ocupar a produzir outros bens sociais.

B) Se os melhores autores são mais estimulados e remunerados podem contribuir a melhores produções para um mundo melhor.

C) Parte da produção dos autores torna-se do domínio comum, beneficia a sociedade depois de beneficiar prioritariamente quem a pagou a quem a produziu.

Mais sobre as minhas ideias para um mundo melhor:

http://onu-w-gov.blogspot.de,

http://wix.com/videos-ebookspebooks,

Tempo é vida, valor dos valores, e tudo o que economiza tempo pode ter um valor social enorme: abreviaturas, metodologia, biologia, psicologia e filosofia da comunicação;

NEO-ONU para um governo global de Internet e novas tecnologias:

USA-ONU: 10/01/2006 – 11/01/2006, ... os no-global causaram o dobro de danos no G8 de Génova, ... Web-crimes: spam, vírus e vigarices. Estupidez da velha justiça e ideias para a nova justiça do futuro... Bill Gates, Bill Clinton, Che Guevara, AIDS, mortos de fome e Neo-ONUNão seria melhor investir esses 20 milhões para salvar os que morrem de fome? Ou quem soube investir na Microsoft sabe melhor que eu em que deve investir? Afinal os no-global causaram o dobro de danos no G8 de Génova, e muito provavelmente com menos resultados. A coisa mais inteligente do mais inteligente desses no-global parece-me uma estupidez: sem patentes nos medicamentos podiam ser produzidos por um preço 30 vezes inferior em África e salvar milhões de pessoas. Eu penso que sem patentes esses medicamentos não teriam sido inventados e morreriam biliões em vez de milhões.
Recordo as polémicas do primeiro homem na Lua: uns diziam que esses investimentos deviam ser usados na Terra em vez da Lua. Outros diziam que esses investimentos ficavam na Terra e desenvolviam muitas ciências com interesse prático para o quotidiano futuro.
Aqueles investimentos foram feitos pelo Estado, pelos contribuintes. Neste caso é um privado que acredita no resultado económico de um investimento em turismo espacial. Calculam que no ano 2030 estejam 5 milhões em lista de espera para uma viagem de turismo no espaço. (Fonte: “La Stampa” 2004-06-21, p.14). Mas outros cálculos falam da necessidade de dois planetas como a Terra para alimentar o contínuo aumento de população e consumo.
Aqui está a diferença essencial entre capitalismo e comunismo: no sistema capitalista quem mostrou saber investir tem mais meios de investir até investir mal; no sistema comunista ou na função pública são os ditos representantes do povo a decidir. Teoricamente ambos os sistemas têm a sua lógica. Na prática ambos têm s suas vantagens e desvantagens: um produz mais eficiência e desigualdade, outro produz mais igualdade e ineficiência. Como se vê comparando USA e ex-URSS, Itália e Albânia, BRD e DDR, Coreia do Norte e do Sul.
A Microsoft fez dinheiro produzindo benefícios sociais pagos por quem os usa. A filosofia oposta do “copyleft”, contra patentes e direitos de autor, acredita mais no voluntariado espontâneo e defende o livre uso das invenções e programas sem pagar direitos de autor, (2).
Se não existissem direitos de autor talvez Bill Gates e seus colaboradores não tivessem tanto dinheiro mas o mundo estaria muito pior e morreriam mais de fome: menos empregados, os que trabalham na investigação economizam tempo aos mais inteligentes e produtivos que por sua vez permitem melhorar a vida com menos meios.
Eu penso que são necessárias menos leis mas mais universais, talvez com a superintendência da ONU, algumas normas éticas e deontológicas mais globalmente aceites e muito bom senso de justiça sem fronteiras na sua aplicação.

Anker O G8 de Génova foi para muitos anarquistas e “no-global” um momento alto da sua história. Para mi foi um momento baixo: nobres ideais como objetivos muito justos mas com estúpidos meios: violência, destruição, terrorismo ...
Passados 6 anos do G8 de Génova continuava em primeira página da informação
de Indymedia como um troféu político, a defesa dos manifestantes e a criminalização dos polícias. Para mi é a sua vergonha.
Eu penso que a vergonha deste processo está em continuar a aumentar a injustiça: os contribuintes continuam a pagar pelos criminosos, e mesmo que os polícias sejam condenados são os contribuintes que pagam não só com dinheiro mas sobretudo com menos segurança. Dos no-global que destruíram Génova e causaram danos de 30 a 50 milhões de euros só uns vinte poderão ser condenados a viver algum tempo numa prisão custando aos contribuintes uns E200 por dia. Os polícias que foram obrigados a 12 horas de
luta contra a guerrilha urbana e a um stress de perigo de vida descarregaram a sua agressividade contra algumas vítimas que poderão estar inocentes. Mas os mais inocentes e que pagam mais são os contribuintes.
Eu penso que a justiça continua a ser o árbitro do mais forte no momento: os no-global, apoiados com a oposição a Berlusconi, certa informação, centros sociais e uma opinião pública populista que quase sempre se considera boa quando está do lado dos perdedores, condena mais polícias do que manifestantes.

Só passados 15 anos do G8 de Génova encontrei mais comentários semelhantes às minhas opiniões durante e depois destes acontecimentos.
Mais em italiano: BILL GATES, MICROSOFT, VIRUS, WORM, GIUSTIZIA, INTELIGENZIA e ESTUPIDAGINI:
http://neo-machiavelli.ilcannocchiale.it/?id_blogdoc=172614
Giustizia: arbitro di potere di mafia, avvocati, tv e “indymedia”: http://italy.indymedia.org/news/2004/05/543099.php ).

Postado por PiresPortugal Neo-Machiavelli, Serip em 8:23 AM No comments: Links para esta postagem

Saturday, October 14, 2006

Pena de morte, civilidade, justiça e ética global

Lutar contra a pena de morte parece ser um sinal de civilidade. E se com a morte de um assassino se salvassem dezenas de milhares de inocentes não era mais civil, justo e ético?

Dos dados que possuo, se não estão muito errados e a matemática não é uma opinião, parece-me evidente que com a pena de morte melhor aplicada, com a morte de um assassino se salvavam 10, 100, ou mesmo mais de 1000 inocentes.
Uma prisão de grande segurança custa nos USA quase um milhão de dólares por cada preso. O Dr. Joseph Lam, (www.pbtm.it em italiano), diz que com €50 se pode abrir um poço na Etiópia que pode salvar da sede e fome muitas crianças e respectivas famílias. Se estes dados não estão muito errados e se a matemática não é uma opinião só com o investimento na prisão para mais um perigoso criminal podiam salvar-se dezenas de milhares de inocentes que morrem de fome.
No UK um preso custa cerca de €50.000 e em Itália €200 por dia, ou seja €63.000 por ano. O Dr. Joseph Lam diz que com €1,5 podemos alimentar uma criança por uma semana na Etiópia onde em 2000 morreram mais de 100.000 pessoas de fome e 80% da população sobrevive com menos de €1,5 por dia. Se estes dados não estão muito errados só com o custa a manter na prisão um assassino perigoso podia salvar-se de morrer de fome 500 a 715 crianças inocentes. Se estes dados não estão muito errados é evidente que com o que custa criar um novo posto numa prisões e manter dentro um perigoso terrorista ou assassino se podiam salvar dezenas de milhares de inocentes.
Porque razão certa sociedade muito civil se escandaliza mais por um assassino condenado à morte nos USA do que por milhões de crianças que morrem de fome todos os anos?
Não era mais justa a justiça de Estaline que condenava os criminosos a trabalharem para indemnizarem as vítimas e a sociedade do que a civil “justiça” actual que condena os inocentes a trabalhar para alimentar parasitas criminosos que passam a vida a entra e sair das prisões com danos sociais que podiam salvar milhares de inocentes?

Postado por PiresPortugal Neo-Machiavelli, Serip em 7:51 AM No comments: Links para esta postagem

Friday, October 06, 2006

Extremistas cristãos ou anarquistas fundamentalistas anti-cristãos?
Quem são os extremistas e fundamentalistas?
Numa Rússia de minoria cristã tantas vezes perseguida, chamam extremistas cristãos e ameaçam:
“Nós iremos golpear e atacar, nós iremos nos defender contra estes que procuram nos prejudicar, nós iremos lutar pela nossa liberdade coletiva e pessoal, e o mais importante é que estamos comprometidos na organização e crescimento do nosso movimento para que o nosso destino e segurança esteja em nossas próprias mãos ...crescente poder do fundamentalismo cristão, ... os valores cristãos, ... legitimação da ascendência da extrema-direita nos EUA, ... tomada do poder estatal norte-americano, em proporções cada vez maiores. ... um grupo de antifascistas locais que organizaram um bloco “rosa-purpúreo-negro” para tentar interromper o evento e confrontar diretamente com os que lá estavam. ...Conduzidos por uma faixa onde se lia “Esmague o Fascismo Cristão”,… extremistas cristãos.”
Em 12 anos num seminário católico e uma vida na maioria entre católicos não conheci um único desses chamados extremistas cristãos que se possam comparar com outros de outras “religiões terroristas”.

Anarquismo da passado presente e futuro: http://xoomer.virgilio.it/jiimm/la.htm.
A desinformação política pode ser honesta se é feito por um partido claramente identificado, por um meio de informação partidário perfeitamente identificado. Mas se um meio de informação se diz pluralista aberto a todas as opiniões e depois cancela tudo o que é favorável aos USA e Israel para dar espaço só ao que é contra pode chamar-se honesto? Se una TV pública como a Rai3 dá prioridade a informações anti-americanas está a ser honesta? Itália não deve aos USA ser o 7 país mais industrializado, receber os pobres albaneses em vez de ser pobre como eles? A verdade é que Itália esteve unida a Albânia, foi “invadida pelo imperialismo americano” como dizem alguns, ou libertada do nazismo, fascismo e comunismo como digo eu e outros com a minha cultura. Alguns factos são incontestáveis: invasão dos americanos enquanto dominava nazismo e fascismo, percurso capitalista e defesa do comunismo para que a Rússia não fizesse com Itália o que fez com Albânia, Hungria, etc. Em minha opinião é evidente que sem os USA Itália teria um percurso menos semelhante ao dos USA e mais semelhante à Rússia e Albânia. Em minha opinião os americanos estão a fazer com o Afganistão e Iraque o que fizeram com Itália: libertar de ditaduras e instaurar democracias. Rai3 orgulha-se de ser a primeira TV pública a transmitir em horário nobre o filme da campanha do milionário americano contra a versão oficial dos ataques terroristas do 11 de Setembro de 2001. Em minha opinião este filme, (como muitos de Moore), é a arte de misturar meias verdades mentiras fora do contexto para favorecer a oposição nos USA e apoiar o terrorismo islâmico internacional. Em minha opinião esta informação contribui a que o terrorismo no Iraque e Afeganistão continue a matar centenas de pessoas por dia e evite a reconstrução e instalação da democracia.
Mas a pior desinformação é quando um meio de informação cancela verdades favoráveis aos USA e Israel para repetir à infinidade mentiras desfavoráveis.
Com www.google.com encontrei “aproximadamente 60.700 para Tortura Afeganistão Iraque”, quase todas atribuídas aos USA.
Imagino que só as ditas "torturas" de uma só americana que foi condenada a 3 anos de prisão, (possivelmente inferiores a muitas praxes universitária que nem são condenadas), fizeram mais notícia em Itália do que milhões de torturas até à morte de Saddam, Mao, comunistas e islâmicos.
Encontrei em certa informação em Itália em primeiro plano um vídeo em espanhol do discurso do Presidente Chavez na ONU. Começava e terminava com grande publicidade a um livro de Chomsky “Egemonia ou sovrevivência”. Pelo meio chamava várias vezes a Bush dos piores nomes, desde diabo a estúpido, só mal dos USA e Israel, só bem do resto do mundo e em especial dos inimigos dos USA. Só um anti-americanismo de certa Itália, (segundo alguns dados de 80% em 2005, segundo uma minha sondagem a Milão de quase 100% de jovens desinformados anti-americanos), explica colocar em primeiro lugar una informação espanhola tão anti-americana.
Em minha opinião existiu naquele tempo muita desinformação do género da que existe hoje. No início o
Nacional Socialismo de Hitler criou empregos e não fez só mal. Os jovens só recebiam informações positivas sobre o Nacional Socialismo como hoje em Itália, (e não só), muitos jovens só aceitam informações anti-americanas. O facto de o Papa Ratzinger aos 16 anos fazer parte da juventude nazista ou escritores humanistas militarem no nazismo são muito explorados pela opinião pública como sendo um escândalo mas talvez com uma melhor informação sem preconceitos sejam compreendidas como normais. Afinal o comunismo não fez mais vítimas inocentes do nazismo? A II Guerra Mundial não começou com um acordo entre Hitler e Estaline? Os jovens e adolescentes não são fruto do meio podendo depois renegar o passado? São Paulo não perseguiu os cristãos antes da conversão?
“O que nos fez deixar para trás a animalidade foi o princípio de cooperação e de cuidado. Os nossos ancestrais antropóides saíam em busca de alimento. Ao invés de cada qual comer sozinho como os animais, traziam ao grupo e repartiam solidariamente entre si. Daí nasceu a cooperação, a socialidade e a linguagem. Por este gesto inauguramos a espécie humana. Face aos mais fracos, ao invés de entregá-los à selecção natural, inventamos o cuidado e a compaixão para mantê-los vivos entre nós. Torna-se fundamental a releitura da obra de Kropotkine “Apoio Mútuo” ou como outros preferem traduzir “Entreajuda”. Hoje como outrora são os valores ligados à cooperação, ao cuidado e à compaixão que limitarão a voracidade da concorrência, desarmarão os mecanismos do ódio e darão rosto humano e civilizado à fase planetária da humanidade. Importa começar já agora para que não seja tarde demais.”
(Link desaparecido: Se o Capitalismo é igual a competição como é que podemos falar em cooperação?)
Recordo que os USA deram 42 milhões de dólares de ajudas humanitárias ao Afeganistão pouco antes de serem atacados. Muitos devem ter pensado que em vez de ajudas humanitárias para os terroristas que os atacavam era melhor impor primeiro a democracia. Muitos milionários americanos que fizeram fortuna produzindo bens e serviços dedicam somas astronómica à beneficência.

Em minha opinião o velho anarquismo nunca governou, nem deve governar na sua versão tradicional, pelos danos sociais que causam com as suas lutas e destruição da economia. Esses milhões de mensagens causam danos a milhões de inocentes com mensagens ditas pacifistas mas que só servem a dar poder aos piores guerreiros: Saddam e o terrorismo islâmico. Se não fossem os pacifistas talvez Saddam tivesse sido destituído do poder quando invadiu o Kuwait e talvez tivéssemos hoje um Iraque democrático que se distinguiria do Irão e teocracias islâmicas como Itália se distingue de Albânia ou BRD, (Alemanha capitalista), da ex-DDR, Alemanha Comunista), ou Europa Ocidental da Oriental. A chamada “política imperial” americana deu democracia, liberdade e riqueza aos ditos invadidos. O melhor exemplo é a comparação entre BRD e ex-DDR. A Alemanha Ocidental pagou um elevado preço económico para elevar o nível da Oriental e 25 anos depois da união continuam as diferenças. Uns 20% estavam descontentes em 2005 e preferiam a antiga separação. Certos meios de informação, orgulhosos de estar sempre do lado das minorias e do anti-americanismo, só divulgam as verdades dos 20% favoráveis ao comunismo. Mas é justo sacrificar 80% por causa de 20%?
Imagino que no tempo de Saddam ou nos regimes comunistas, quem tentasse qualquer iniciativa de dano geral da economia seria severamente castigado. Prejudicar a economia global para prejudicar os USA é muito popular em certos meios mas a mi parece-me maquiavelismo no seu pior.
É muito popular em certa informação atribuir aos USA a fabricação dos monstros como Osama e Saddam.

A verdade que me parece mais importante da informação atual e futura: a deformação da informação com meias verdades. Biliões de informações estão disponíveis na Internet. Algumas informações são moda atual talvez não tanto por razões lógicas e inteligentes mas por razões populistas, emotivas, psicológicas, sociológicas ou manipulações ideológicas.

Imagino que se no século passado os americanos livraram meio mundo dos danos do nazismo, fascismo e comunismo, neste serão a principal oposição ao terrorismo islâmico. Imagino que as guerras de honesta informação com a vitória do mais inteligente e racional é o melhor meio de evitar terrorismo e guerras com sacrifício de inocentes. Tento fazer uma informação honesta de contestação de um anti-americanismo que me parece emotivo e irracional a dar força ao terrorismo. A melhor informação é um dos melhores meios de melhores democracias. Mais um professor francês foi impedido de dar aulas e passou a viver escondido por causa das ameaças de morte pelo que escreveu no jornal "Le Figaro" que não agradou a alguns islâmicos, (1). O facto de não se poder ter opinião livre com medo da violência islâmica está a condicionar a Europa. Espero que muitos muçulmanos se unam aos que condenam a violência que impede a liberdade de opinião.
Eu penso que o mundo deve caminhar para um governo mundial da ONU ou de outra organização como única solução de evitar mais guerras. Para isso é importante melhor informação para melhor democracia.

Noam Chomsky, inteligência, verdade ou populismo anti-americano e marxismo cultural?
Noam Chomsky, Che Guevara e o populismo anti-americano: Penso quase sempre, quase tudo, ao contrário de Noam Chomsky...
Fome, capitalismo, comunismo, anarquia, guerra e informação Indymedia
Iraque, mortos e orgasmo Indymedia e indyarabeNeo-USA-islão-Huntington-Chomsky-Indymedia e futuro democrático global: Após uma leitura parcial de “La Nuova America” de Samuel Huntington tive a impressão de que as suas ideias se opunham radicalmente a Noam Chomsky e à visão dos comentários de Indymedia.
Como serão vistos pela História do futuro os crentes nas teorias complotistas do 11 de Setembre?
E adoradores da roupa suja dos USA exposta artisticamente por Michael Moore? A publicidade ao filme 'Fahrenheit 9/11', de Michael Moore em Itália salienta as relações entre as famílias Bush e Bin Laden, o petróleo como razão da guerra no Iraque … O documentário "Fahrenheit 9/11", do controverso realizador norte-americano Michael Moore, foi premiado com a Palma de Ouro do festival de cinema de Cannes, ...
Mais em italiano:
Baraldini, mito intoccabile de Indymedia
Silvia Baraldini, Lynndie, terrorismo, anti-americanismo e misteri dell’opinione pubblica

(1) Il professore Robert Redeker ha pubblicato sul Figaro che il Corano è un “libro de una violenza inaudita”, Maometto “condutorre spietato, predatore, massacratore de ebrei e poligamo”. Minacciato di morte diverse volte non può più andare al lavoro, ha dovuto lasciare la casa con la famiglia e vivere in uno spazio ignoto protetto della polizia. Anche il ministro dell’educazione francese Gilles de Robien ha detto che un insegnante doveva essere prudente e moderato. Robien le ha risposto che cosi non sarebbe più vita intellettuale in Francia. I professori devono essere prudente i moderati senza potere dire verità e opinione che non sono favorevole all’Islam? Loro possano assassinare e condannare a morte chi ha opinioni contrarie alle sue? http://neo-machiavelli.ilcannocchiale.it/?id_blogdoc=1189154 .

Mais sobre as minhas ideias para um mundo melhor:
http://onu-w-gov.blogspot.de, http://
wix.com/videos-ebookspebooks

Tempo é vida, valor dos valores, e tudo o que economiza tempo pode ter um valor social enorme: abreviaturas, metodologia, biologia, psicologia e filosofia da comunicação;

Mais em Inglês imperfeito sobre as minhas ideias para um mundo melhor, (esperando colaboração de melhor língua inglesa da minha:  https://piresportugal.wordpress.com: Better web for a better World

Free for all what is most important for everyone. Better job for the best benefice of all.

May 17, 2011

More than a Personal Branding I try to create one ECB=ethical-collective-branding, VBW=volunteers-better-web with a philosophy: Free for all what is most important for everyone; best payment to finance better job in the best benefice of all. It would like to be a kind of missionary for a better future of the world. I would like to find people with sensitivity to this philosophy. With collaboration between people can be a better web to influence for good politics, justice, information, culture and volunteering.
More: português: http://onu-w-gov.blogspot.com e italiano:
http://neo-machiavelli.ilcannocchiale.it .

Phishing, spam, virus, employment, intelligence of Bill Gates, stupidity of a minister and old justice

Bill Gates, give money to the people help to find criminals OnLine. Stupid old justice don't punish big criminals online.

June 19, 2009

Bill Gates offered a prize of $ 250.000US who collaborate to capture one of new criminals, but some old justice gave him free on the day following their capture. One minister of justice say have to be free because there are not low for Internet… I am a great admirer of Bill Gates and his […]

Spam, viruses, web crimes, UN, Neo-UN and Neo-justice

Spam, viruses and web crimes converted into social benefit by the UN or Neo-UN and Neo-justice, (JWB=Justice without borders)

October 11, 2008

For each e-mail to businesses are 27 e-mails from spam. Milions of people lost bilions a cause of spam, virus and web crimes.

Globish, Neo-globish, Esperanto, or another global language?

A single overall second language, perhaps globish, with a tendency to become only in a future generation.

July 24, 2008

I think the ideal for the future will be the creation of a single overall second language, perhaps globish, with a tendency to become only in a future generation.